Homem se masturba dentro de academia, apanha e acaba preso;

Um argentino, de 50 anos, acabou preso por importunação sexual depois de ser acusado de se masturbar em uma academia dentro de um shopping em Sobradinho. O caso ocorreu no fim da tarde desta sexta-feira (1°/4) e foi registrado em vídeo por testemunhas. Na filmagem, uma mulher dá tapas no rosto do suspeito.

O homem aparece ajoelhado no chão, enquanto um funcionário da academia o segura. Ao mesmo tempo, uma mulher desfere tapas no rosto do homem. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), as alunas notaram algo errado com o homem e perceberam que ele estava se masturbando. De imediato, o argentino foi contido por frequentadores e a PMDF foi acionada e o conduziu à 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho).

O delegado-chefe da 13ª DP, Hudson Maldonado, explica que, para a polícia, o homem negou estar se masturbando e falou que apenas “ajeitava as coisas”. Disse, ainda, fazer uso de remédios controlados, sem esclarecer quais, nem tampouco explicar qual seria a psicopatologia dele. “Duas vítimas compareceram à delegacia, sendo uma de 15 anos e outra de 14, ambas com os responsáveis. O infrator não tinha passagem pela polícia, embora noticia-se que estaria praticando fato análogo em data recente, em outro estabelecimento do shopping. Agora, segue preso e deverá ser submetido à audiência de custódia”, afirmou o investigador.

Com relação aos tapas desferidos no rosto do autor pela mulher, que é mãe de uma das adolescentes, o homem não disse nada. O delegado afirma, no entanto, que, nesse caso, faria a apuração mas sem indiciar a mulher, pois entende que ela teria agido num ato “reflexo”, no calor do “pós-crime” que vitimou a filha “menor de idade”.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.