LINS CONSTRUTORA, empresa de engenharia contratada pela
prefeitura de Água Preta para

reformar a Secretaria Municipal de Saúde e outros equipamentos públicos como:

Base do SAMU;
Centro de fisioterapia;
E o Centro odontológico.

A construtora está sendo acusada por colaboradores de atrasar ou até mesmo demitir, sem pagar os salários e quem estiver achando ruim procure ajuste.

Somando o valor de todas as obras o orçamento ultrapassar mais de um milhão e cem mil reais. Mesmo diante de um contrato milionário, empresa está sendo acusada por boa parte dos operários de não efetuar o pagamento em dia. Aqueles que resolvem reclamar ou fazer greve, são demitidos e substituídos; o que é ilegal.

A prefeitura do município de Água Preta, pela lei, sendo a contante dos serviços prestados pela Lins Engenharia, é corresponsável pelos pagamentos, bem estar e condições de trabalho dos funcionários.

Estamos à disposição de ouvir todas as partes envolvidas nesta matéria.

@cardinot

@mppeoficial
@ministeriodotrabalho
@policiafederal
@pmpeoficial
@portalpe10
@portalne10
@portalr7 @portalg1 @ne10interior
@tvtribunape
@tvjornalsbt @tvguararapesoficial @tvraizespalmares @tvipojucaonline @tvjornalinteriorsbt @tvgameleirapeoficial @rodrigodelunatv @recordtvoficial
https://www.instagram.com/p/Cd3xOGgPaNx/?igshid=MDJmNzVkMjY=

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.