Mãe mata filho de 2 anos afogado para “protegê-lo de demônios”

Uma mãe foi presa em Bridgend, no País de Gales, acusada de assassinar o próprio filho. Natalie Steele estava obcecada com a ideia de que sua família havia sido possuída por demônios, e decidiu afogar o pequeno Reid, de 2 anos, para “protegê-lo” dos espíritos malignos.Segundo o jornal britânico The Mirror, ela foi detida sob a lei de Saúde Mental, tendo em vista que dois psiquiatras constataram que a mulher sofre de uma doença mental não diagnosticada nem tratada.

Nos meses anteriores ao crime, Natalie, de 31 anos, relatou diversos delírios relacionados a demônios. No dia do assassinato, a mãe brincava com o menino na banheira quando pensou que poderia salvá-lo “enviando-o para o céu”.

O promotor do caso, Michael Jones, informou no tribunal que, após afogar a criança, Natalie disse aos pais: “É melhor você subir as escadas, eu acho que eu fiz…”.

Reid estava no meio do banheiro, enrolado em uma toalha. A avó tentou reanimá-lo, sem sucesso. Ele foi levado de helicóptero ao hospital, mas o pequeno morreu no dia seguinte.

Nesta terça-feira (3/5), o juiz Michael Fitton QC encerrou o caso, descrevendo-o como “uma profunda tragédia humana”.

Metrópoles 

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.