Após um reunião na manhã desta sexta-feira (24), a diretoria do Benfica decidiu manter Jorge Jesus no cargo de técnico. O treinador balançou depois da derrota para o Porto, 3 a 0, em partida válida pela Taça de Portugal. As informações são do site “Record”.

O presidente Rui Costa esteve com o treinador e ficou acertado a continuidade do trabalho, já voltado para o jogo de quinta-feira, novamente contra o Porto, pelo Campeonato Português.

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o diretor de futebol Bruno Spindel estão em Lisboa para contratar um novo treinador para a equipe e dá prioridade a Jorge Jesus, multicampeão com o rubro-negro em 2019 e 2020.

A insistência no nome do treinador incomoda a diretoria do Benfica. Inicialmente, os brasileiros pretendiam voltar para casa antes do Natal. Entretanto, com a dificuldade para acertar o novo treinador e a possibilidade de a crise vivida por Jorge Jesus no Benfica se intensificar, a dupla decidiu permanecer em Portugal justamente até quinta-feira, quando uma nova derrota para o Porto poderia ocasionar a demissão do técnico.

Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui