Morador de rua foi levado ao hospital após ser flagrado transando com mulher casada; relação sexual foi consentida, disse ela

Um personal trainer foi acusado de agredir um morador em situação de rua no Jardim Roriz, em Planaltina, no Distrito Federal. A motivação seria traição. Eduardo Alves, 31 anos, teria flagrado a mulher tendo relações sexuais com o homem.  Veja imagens de como o morador de rua ficou após o espancamento.

O personal foi até o Centro de Ensino Fundamental Paroquial. Quando chegou mais perto, viu estacionado o carro em que a mulher havia saído. Ao se aproximar, flagrou a esposa e o morador em situação de rua fazendo sexo dentro do veículo.

Eduardo teria entrado no carro e começado a agredir o homem. À Polícia Civil do DF (PCDF) o personal declarou acreditar que se tratava de um estupro. No entanto, a própria mulher disse, em depoimento, que as relações foram consentidas.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.