Moradores montam barricada humana na entrada de cidade ucraniana para tentar barrar avanço de comboios russos

Com o avanço das tropas russas, principalmente pelas regiões fronteiriças da Ucrânia, os cerca de 731 mil moradores de Zaporizhzhia, situada no Oblast de Zaporíjia, em Enerhodar, se juntaram para tentar coibir a entrada dos militares de Vladimir Putin na cidade ucraniana. Desde o início da invasão, o governo do país pede que os cidadãos se armem e combatam o inimigo.

Nas redes sociais, o prefeito de Enerhodar, Dmytro Orlov, divulgou um vídeo do momento em que os cidadãos montam uma espécie de barricada humana na entrada da cidade, de forma que fica inviável o avanço de comboios russos.

Região abriga maior usina nuclear da Europa

A região de Zaporizhzhia é famosa na Ucrânia por abrigar a maior usina nuclear da Europa. “Informamos que a Usina Nuclear de Zaporizhzhia e a cidade estão sob proteção confiável. Os moradores não vão deixá-los entrar na cidade nem um pouco. Eles nos ouviram e foram transmitir nossa posição à sua liderança”, disse o prefeito.

Há sete dias, desde que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, decidiu invadir a Ucrânia, o mandatário ucraniano, Volodymyr Zelensky, decretou a convocação da população de 18 a 60 anos. Durante estes dias, várias tentativas de intervenção foram relatadas em cidades ucranianas.

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.