Morre Irmã Lúcia Montenegro, fundadora da Casa do Menor Trabalhador

Morreu na noite dessa segunda-feira (23), a Irmã Lúcia Montenegro, aos 97 anos de idade. Ela estava internada há alguns dias no Hospital Rio Grande e teve morte declarada por volta das 23h. A informação foi confirmada pela Arquidiocese de Natal.

Graduada em Serviço Social e mestre em Sociologia, a religiosa teve uma forte atuação na sociedade e na educação, sendo professora do curso de Serviço Social, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Foi uma das primeiras integrantes dos Conselhos Estadual e Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Na Arquidiocese, participou do Movimento de Natal – conjunto de ações sociais que foram desenvolvidas na década de 60, foi professora do Seminário de São Pedro e coordenou, por muitos anos, o Serviço de Ação Urbana (SAUR).

Em 5 de outubro de 1987, fundou a Casa do Menor Trabalhador, que foi dirigida por ela até poucos anos atrás. A instituição atua na promoção da qualificação juvenil, com vistas ao ingresso da população carente no mercado de trabalho.

A religiosa ajudou na construção de três capelas: São Vicente de Paulo, no bairro Dix-Sept Rosado; Santo Antônio, na Escola Santo Antônio, no bairro Cidade da Esperança, e Santo Inácio, no bairro de Lagoa Seca.

“Irmã Lúcia Montenegro foi chamada para a casa do Pai, onde contemplará, eternamente, a face de Deus, a quem muito amou e serviu ao longo de sua vida. Aos familiares, religiosas da Congregação das Filhas da Caridade, colaboradores, alunos e ex-alunos da Casa do Menor Trabalhador e a todos os amigos, desejamos a paz, a esperança e a consolação que vêm do Senhor”, disse a Arquidiocese de Natal.

Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.