Uma mulher de 37 anos morreu na madrugada desta segunda-feira (8) após dar à luz quadrigêmeas. Ela estava internada em um hospital de Criciúma, no Sul do estado. As quatro bebês estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
A unidade de saúde afirmou que não vai se manifestar sobre o caso. Rosineia Tomaz Garcia trabalhava na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Morro da Fumaça, cidade vizinha a Criciúma. A Apae lamentou a morte e afirmou que se solidariza com a família.

Conforme as primeiras informações, Rosineia teve um problema de saúde e precisou ser levada à UTI. Porém, não resistiu aos ferimentos, segundo a Apae. Rosineia tinha outras duas filhas antes das quadrigêmeas.

Mãe de trigêmeos morreu em Itajaí

Em fevereiro, Santa Catarina registrou outro caso semelhante. Camila Cassimiro da Conceição deu à luz trigêmeos em Itajaí, no Litoral Norte, e morreu dois dias depois. Ela foi vítima de um choque hemorrágico. Segundo a certidão de óbito, a complicação aconteceu por um quadro de “atonia uterina”, que é a perda da capacidade de contração do útero.

A sergipana de 32 anos morava em Itajaí teve três outros partos ao longo dos últimos 13 anos, sendo um de gêmeos.

Do G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui