Neymar sofre golpe bancário e tem R$ 200 mil furtados da conta

Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira, foi vítima de um golpe bancário e teve R$ 200 mil furtados de sua conta corrente. Um homem que era funcionário terceirizado de um banco foi preso pelo crime.

Após a prisão, o valor foi devolvido ao atleta. O delegado Fábio Pinheiro Lopes, diretor do Departamento Criminal de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo, informou que o suspeito realizou furtos em contas de outras pessoas famosas.

De acordo com os investigadores, os valores foram subtraídos em pequenas quantias para que a vítima não percebesse. Em entrevista à Band, Lopes explicou que o suspeito tinha acesso a senhas que podiam fazer algumas movimentações bancárias.

— O que este rapaz preso fez? Pegou a senha do seu companheiro de sala, para não usar a dele, e começou a fazer pequenos furtos de dinheiro de pessoas famosas e com um poder aquisitivo alto, muito dinheiro nas contas. E essas pessoas não perceberam. Ele fez uma de R$ 10 mil, depois outra de R$ 10 mil, depois R$ 20 mil, depois R$ 50 mil. E aí totalizou R$ 200 mil — afirmou o delegado.

Lopes disse ainda que o dinheiro foi furtado de uma conta provavelmente usada pelo pai de Neymar. Quando as vítimas descobriram, prosseguiu o delegado, elas procuraram o banco e tiveram os danos ressarcidos. A assessoria do atacante ainda não se manifestou.

O Globo

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.