Poço em que mulher caiu há mais de 24h no Ceará tem risco de desmoronar

O poço de 30 metros de profundidade, no qual uma mulher de 48 anos que caiu dentro, em Juazeiro do Norte, tem fortes riscos de desmoronar, segundo o Corpo de Bombeiros. Sônia Cristina Pereira da Silva está desaparecida há mais de 24 horas. O acidente aconteceu nesta quinta-feira (24). Na ocasião, uma outra mulher também caiu no poço, mas foi resgatada às 17h.

Segundo o tenente-coronel Agnaldo Viana, que trabalha no resgate, os bombeiros estudam uma outra estratégia para escorar as paredes e, assim, evitar o desabamento. Ele disse ainda que, por conta do risco de desabamento, um engenheiro aconselhou que nenhum bombeiro descesse no poço até que as paredes fossem escoradas.

Os trabalhos no local devem seguir durante a madrugada. De acordo com familiares, o poço está desativado há muito tempo na casa que fica no Bairro Santa Tereza. Os bombeiros ainda trabalham no resgate com o reforço de equipes do Crato e de voluntários.

A irmã da mulher que se encontra ainda na cacimba, a comerciante Maria Pereira, disse que a madrugada foi de muita apreensão e difícil.

“Apreensiva agora. Hoje estamos aguardando um guincho para poder fazer a retirada da tampa da cacimba que está sobre ela para poder resgatar ela. Tudo está na mão de Deus. Escutamos um barulho e quando corri para lá gritamos. Meu pai que desativou ela a cacimba e colocou a tampa. Madrugada muito difícil, pois, a noite teve muita chuva”, contou. g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.