Ridle Stiven Monteiro, de 23 anos de idade, era presidente da torcida organizada do Baraúnas, um dos mais tradicionais times de futebol do Oeste potiguar. 

O crime aconteceu no meio de uma rua no bairro Belo Horizonte, próximo ao aeroporto da cidade, e foi confirmado pelo 2º Batalhão da Polícia Militar. Vários tiros foram disparados contra a vítima, que morreu no local. 

De acordo com o coronel Sérgio Luís de Moura, comandante do 2º BPM, a autoria e a motivação do crime ainda deverão ser investigadas pela Polícia Civil. 

“Não temos como confirmar se o crime tem relação com torcida organizada”, disse o oficial. 

Pelas redes sociais, o clube de futebol lamentou o falecimento do líder da torcida organizada Fúria Jovem Baraúnas.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui