Os saques na caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 35,496 bilhões em 2021, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta quinta-feira, 6.

O montante é resultado da retirada de R$ 3,444 trilhões contra a entrada de R$ 3,409 trilhões. Este foi o terceiro maior saldo da saída de valores desde o início da série histórica, em 1995, ficando atrás apenas dos desempenhos de 2015 (R$ 53,568 bilhões) e 2016 (R$ 40,702 bilhões).

Em 2020, a diferença ficou positiva em R$ 166,310 bilhões. Em dezembro, no entanto, a poupança encerrou com o depósito de R$ 7,660 bilhões a mais do que saques.

Além do último mês, o saldo ficou positivo nos meses de abril, maio, junho e julho. O maior volume de retirada foi registrado em janeiro, com diferença de R$ 18,154 bilhões.

Jovem Pan

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui