Sesap divulga novos números das arboviroses no RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nesta segunda-feira (08), o mais recente informe epidemiológico das arboviroses no Rio Grande do Norte, referente ao período compreendido entre a Semana Epidemiológica 1 até a 8, encerrada em 26 de fevereiro de 2022, com dados atualizados em 03 de março. Segundo o informe, foram notificados 1.013 casos suspeitos de dengue no RN, dos quais 130 foram confirmados, 759 casos considerados prováveis, 254 descartados e nenhum confirmado.

Com relação à Chikungunya, foram notificados no RN, até a Semana Epidemiológica 8, 510 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 70 casos, 461 casos considerados prováveis e 49 descartados e nenhum óbito confirmado.

Já no que diz respeito à Zika, entre a semana epidemiológica 1 e 8 de 2022 no RN foram notificados 77 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 2 casos, 75 casos considerados prováveis, 2 descartados e nenhum óbito confirmado.

A Sesap alerta para a importância das ações de controle, vigilância e prevenção relacionadas às arboviroses, já que o RN se encontra no período sazonal dessas doenças (novembro a maio), quando as altas temperaturas combinadas às chuvas propiciam a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses.

“Como estamos próximos ao início do período de chuvas, devemos reforçar os cuidados de prevenção e controle, com destaque para o armazenamento seguro e apropriado da água, para evitar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti. Por exemplo, no caso de residências usadas com pouca frequência, como casas de praia, há uma tendência maior de criação e reincidência de focos do mosquito. Então orientamos os agentes de endemias a dar uma atenção especial a esses imóveis, em seu trabalho de controle vetorial. Além disso, é preciso que toda a população faça a sua parte, que cada morador cuide do seu domicílio, com foco na limpeza, no descarte correto do lixo e na eliminação de possíveis criadouros do mosquito”, destacou Silvia Dinara, responsável técnica pelo Programa Estadual de Controle da Dengue.

Prevenção

A Sesap reforça, junto à população, os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses:

• Mantenham os quintais livres de possíveis criadouros do mosquito;
• Esfreguem com bucha as vasilhas ou reservatórios de água de seus animais;
• Não coloquem lixo em terrenos baldios;
• Mantenham as caixas d´água sempre tampadas;
• Observem vasos e pratos de plantas que acumulam água parada;
• Observem locais que possam acumular água parada como: bandeja de bebedouros e de geladeiras, ralos, pias e vasos sanitários sem uso;
• Recebam a visita do agente de endemias, aproveitando a oportunidade para tirar possíveis dúvidas;
• Mantenham em local coberto, pneus inservíveis e outros objetos que possam acumular água.

Acesse aqui o último informe epidemiológico das arboviroses no RN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.