Em nota publicada na tarde desta quarta-feira (29), a Secretaria Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems) orientam que os municípios que ainda possuem doses contra a Influenza devem priorizar os grupos como idosos, crianças de seis meses até cinco anos e pessoas imunossuprimidas.

Ainda de acordo com a nota, os órgãos de saúde solicitam que as cidades sem estoque de doses devem comunicar imediatamente à população.

A Sesap pediu ao Ministério da Saúde envio imediato de doses contra a Influenza. No entanto, o Ministério não respondeu à solicitação. A medida, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, está impactando na falta dos imunizantes em quase todos os municípios do Rio Grande do Norte.

Por fim, diante do surto de gripe, a Sesap reforça a importância da vacinação contra a Influenza e diz que aguarda o envio das doses o mais rápido possível ao estado para dar continuidade à campanha de imunização.

Confira íntegra da nota:

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems) orientam que os municípios que ainda possuem doses contra a Influenza devem priorizar os grupos como idosos, crianças de seis meses até cinco anos e pessoas imunossuprimidas. Os municípios sem estoque de doses devem comunicar imediatamente à população.

A Sesap solicitou, através de ofício, ao Ministério da Saúde envio imediato de doses contra a Influenza. No entanto, o Ministério não respondeu à solicitação, o que está impactando na falta dos imunizantes em quase todos os municípios do Rio Grande do Norte.

A Sesap reforça a importância da vacinação, diante do surto de gripe, e aguarda o envio das doses o mais rápido possível ao estado para dar continuidade à campanha de imunização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui