Ícone do site Blog Alex de olho na notícia

Padres são ameaçados de morte e impedidos de celebrar missa

Um padre e outros quatro sacerdotes foram ameaçados de morte e impedidos de praticar uma missa em Tauá, no interior do Ceará. A denúncia foi feita por um outro líder religioso que presidia o culto católico, durante a festa de Nossa Senhora do Rosário, padroeira do município.

Ao vivo em uma transmissão nas redes sociais, o padre Géu fez a denúncia, afirmando que o padre Dom Ailton e outros quatro católicos foram ameaçados de morte e, por isso, não poderiam ir ao evento. As vítimas já são ameaçadas há um ano, impedindo que os sacerdotes frequentem os cultos. Dom Ailton Menegussi é bispo da diocese de Crateús, também no Ceará.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da cidade, a Polícia Civil investiga a denúncia de ameaças contra os líderes religiosos. Em nota, a prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar, repudiou o caso e pediu justiça.

Ponta Negra News

Sair da versão mobile