Suspeito de matar mulher, abandonou filha em cima do corpo da mãe.

O homem suspeito de matar a companheira a facadas em Itabaiana no domingo (17) teria deixado a filha de um ano e oito meses em cima do corpo da mãe e fugiu em seguida. A informação foi confirmada pelo delegado Afrânio de Brito, que definiu o crime como “absurdamente violento”. Mariana da Silva foi morta na frente da filha do casal, na PB-066, que liga Juripiranga a Itabaiana, na Paraíba.

De acordo com o delegado, após matar a mulher, o homem jogou o corpo da vítima em uma pequena ribanceira e colocou a criança em cima da mãe. O único suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, identificado como Roberlan Junior da Silva.

Afrânio de Brito explicou que o homem foi preso na segunda-feira (18) em flagrante na divisa de Sergipe com a Bahia. Segundo a polícia, o suspeito confessou que matou e não lembrava porque cometeu o crime, mas disse que foi por ciúmes e comentou que estava arrependido.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, o suspeito e a criança estavam em uma moto na PB-066, quando o homem desceu do veículo e começou a discutir com a vítima, a esfaqueando. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para prestar socorro, mas a vítima não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu.

O Conselho Tutelar da região foi chamado para prestar apoio à criança que acompanhava a vítima e o suspeito quando o crime aconteceu. g1

Vítima.

Related posts

Leave a Comment