Atirador do Texas sofreu bullying por ser gago e comprou armas dois dias antes do ataque

Dias depois de completar 18 anos, Salvador Ramos celebrou o marco postando uma foto com dois fuzis que ele teria comprado no último domingo (22). A aquisição veio após uma escalada de agressividade que marcou sua adolescência e terminou de forma trágica.

Ramos usou as armas para matar 21 pessoas — 19 crianças e dois adultos — em uma escola no Texas, na terça-feira (24). Depois, foi morto pela polícia. Pessoas próximas ao atirador disseram à imprensa americana que ele teve uma adolescência marcada por bullying e problemas familiares.

Na escola, era alvo de provocações por ser gago, o que o deixava revoltado e sem vontade de estudar. Perdeu muitas aulas e não conseguiria se formar neste ano.

Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.