Madrasta “ficou rindo” ao servir feijão envenenado para enteado

Uma filha de Cíntia Mariano Dias Cabral, presa suspeita de envenenar o próprio enteado no Rio de Janeiro, disse em depoimento que a mãe “ficou rindo” ao servir feijão contaminado ao jovem. De acordo com o depoimento, o jovem de 16 anos chegou a estranhar o sabor da refeição, mas a madrasta riu e colocou mais do alimento no prato.

A filha de Cíntia disse que percebeu que no prato do jovem havia “um líquido esverdeado escuro e brilhoso”, que não deu importância na hora por achar ser parte do tempero da comida.

O enteado ficou “comendo com nojo” e “todos ficaram zoando” quando ele começou a separar o feijão do alimento que estava comendo. Nesse momento que Cíntia riu e colocou mais feijão no prato do rapaz.

Após a refeição, o rapaz foi para a casa da mãe e começou a apresentar sintomas de envenenamento. Levado ao hospital, o jovem foi submetido a uma lavagem gástrica e teve a intoxicação exógena diagnosticada pela equipe médica. A vítima segue internada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.