Após sexto corte da Selic, Brasil ainda é o país com a segunda maior taxa de juros reais do mundo

Foto: inkdrop

Depois do sexto corte consecutivo de 0,5 ponto percentual da Selic (de 11,25% para 10,75%), o Brasil se mantém entre os países com a maior taxa real de juros. Levantamento do site MoneYou mostra que, após a redução, os juros reais ficaram em 5,90% ao ano, atrás apenas do México, que encabeça o ranking, com 7,46%.

O ranking leva em conta as taxas de 40 países. Na terceira colocação, aparece a Rússia, com juros reais de 5,87%, seguida da Colômbia (5,85%) e Turquia (5,65%).

De acordo com o economista da MoneYou, Jason Vieira, o cenário para a aceleração do corte de juros no Brasil continua travado pela questão fiscal.

A taxa real é uma combinação de inflação projetada para os próximos 12 meses e a taxa de juros DI a mercado nos próximos 12 meses considerando o vencimento mais líquido.

Veja os dez países com maior taxa de juro real

México: 7,46%
BRASIL: 5,90%
Rússia: 5,87%
Colômbia: 5,85%%
Turquia: 5,65%
Reino Unido: 3,79%
África do Sul: 3,17%
Hungria: 3,04%
Estados Unidos: 2,93%
Hong Kong: 2,61%
Fonte: MoneYou

O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *