Fuga em Mossoró acende alerta no sistema prisional do RN, diz Araújo.

O secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, o coronel PM Francisco Araújo, disse, na manhã quinta-feira (15), que a ocorrência que acarretou na fuga de dois detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, considerada de segurança máxima, acendeu um alerta na segurança pública do Estado, bem como no sistema prisional gerido pelo Governo do RN.

“Desde o início, quando tomamos conhecimento da ocorrência em Mossoró, acendeu um alerta para todos nós, tanto nas atividades na rua com as polícias civil e militar, como no sistema prisional”, disse Araújo.

De acordo com o secretário, a fuga provocou a segurança local a aumentar as ações de patrulhamento nas ruas e nas regiões próximas a unidades prisionais estaduais.

“Houve um reforço no sistema do RN, inclusive com a outra aeronave – Potiguar 01 – que ficou sobrevoando a área de Alcaçuz, da Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), e de Ceará-Mirim. Então todos os cuidados, todas as cautelas estão sendo feitas pelo sistema de segurança pública para evitar qualquer ação nos presídios”, completou o secretário.

Ele explica ainda que a segunda aeronave da segurança pública do RN, o helicóptero Potiguar 02, que foi enviado desde esta quarta-feira (14) para a cidade de Mossoró, segue sendo utilizada na operação de buscas pelos fugitivos na região Oeste do RN.

Araújo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *