Monstro: Pai confessa que matou filha e dormiu com cadáver em apartamento.

São Paulo – Wellington da Silva Rosas, de 39 anos (foto em destaque), preso na terça-feira (26/3) em São Paulo suspeito de matar a própria filha, de 18, confessou o crime à polícia e disse que dormiu com o cadáver em seu apartamento. O crime teria sido cometido para atingir a ex-mulher, mãe da jovem, de quem havia se separado recentemente.

Segundo a polícia, Wellington contou que estava em casa, na Bela Vista, região central da cidade, bebendo com a filha, Rayssa Santos da Silva Rosas, que tinha ido visitá-lo no domingo (24/3). Os dois teriam se desentendido e, diz a polícia, ele teria ido “para cima” dela porque a jovem ficou do lado da mãe na separação.

Wellingtou disse à polícia que esganou a filha até a morte e que foi dormir em seguida, com o cadáver no apartamento.