Hamas diz que bombardeios de Israel mataram ‘cerca de 50’ reféns

O grupo Hamas divulgou, nessa quinta-feira, que “cerca de 50” reféns israelenses foram mortos em Gaza por bombardeios de Israel. Tropas israelenses realizaram um ataque com tanques ao enclave palestino com o objetivo de invadi-lo.

Segundo o Hamas, cerca de 7 mil pessoas foram mortas nesses bombardeios israelenses, desde 7 de outubro, a maioria delas civis, incluindo 2.913 crianças.

Em Israel, 1.400 pessoas, segundo as autoridades, morreram desde o início da guerra, incluindo mil civis que perderam a vida no dia do ataque do Hamas.

A comunidade internacional teme as consequências de uma possível ofensiva terrestre israelense no enclave palestino, onde a ajuda internacional mal chega aos 2,4 milhões de habitantes, que vivem sitiados em condições humanitárias desastrosas.

Líderes europeus, reunidos em Bruxelas, manifestaram preocupação com a deterioração da situação humanitária em Gaza. Eles defenderam a criação de “corredores humanitários” e “pausas” para atender às necessidades da população.

O Globo

Related posts

Leave a Comment