Após denúncia do MPRN, executor de prefeito de São José de Campestre vira réu em processo

Após o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) oferecer denúncia, a Justiça potiguar tornou réu o autor dos disparos que vitimaram o prefeito de São José do Campestre, Joseilson Borges da Costa, em abril do ano passado.

Vando Fernandes Gomes foi denunciado por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e por ter se utilizando de recurso que tornou impossível a defesa da vítima. Neném Borges, como era conhecido o prefeito, foi assassinado com tiros na cabeça quando estava deitado no sofá na sala de casa. Com o recebimento da denúncia, Vandinho, como é conhecido, passou a ser réu no processo.

Vando Fernandes Gomes foi preso em Guarulhos, onde se encontra detido atualmente. É também o principal investigado por outros três crimes de homicídio apurados pela delegacia de Polícia Civil de São José do Campestre e aguarda recambiamento para o sistema prisional potiguar.

Ministério Público

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *