conecte-se conosco

Noticias

Blogueira do PCC tira selfie ao lado de corpo esquartejado.

Published

on

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) identificou que logo depois de assassinar Silvana Rodrigues de Sousa, a blogueira Maria Clara Sousa Nunes Bezerra, mais conhecida como Clarynha Sousah, tirou uma foto ao lado do corpo da vítima e a imagem rapidamente viralizou entre grupos da facção PCC, possibilitando que os policiais do DHPP a identificassem na cena do crime.

Maria Clara, de 25 anos, ocupava o cargo de “disciplina do PCC” e teria sido a mandante do crime. Ela determinou como tudo ocorreria e atraiu Silvana para a região onde o assassinato aconteceu. A vítima, Silvana Rodrigues de Sousa, de 21 anos, foi asfixiada até a morte e, em seguida, teve seu corpo esquartejado. Os criminosos registraram fotos da morte dela, possivelmente para usar como exemplo para outros membros da facção.

A tatuagem de Maria Clara na perna foi um dos elementos cruciais para sua identificação. A foto ao lado do corpo da vítima mostrava claramente a tatuagem, o que permitiu que a polícia a relacionasse ao crime. Além disso, um pedaço de madeira encontrado no local indicava que os criminosos usaram um torniquete para o esquartejamento.

Silvana morava na Vila da Guia, uma área dominada pela facção à qual Maria Clara pertencia. No entanto, ela estava se relacionando com uma pessoa ligada a uma organização criminosa rival. O grupo suspeitava que Silvana estivesse passando informações para os rivais, o que levou Maria Clara a ordenar sua morte.

A prisão de Maria Clara, a blogueira do PCC, destaca a complexidade das relações entre facções criminosas e a violência que permeia esses grupos. O caso também ressalta a importância das investigações policiais e da tecnologia forense na solução de crimes brutais. A tatuagem, a foto e outros detalhes foram fundamentais para a identificação e prisão da suspeita.

Blogueira.

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias

Advogado caicoense é preso em flagrante após colidir seu carro com uma moto (na RN-118) e deixar os ocupantes gravemente feridos

Published

on

Quem foi preso em flagrante no finalzinho da noite dessa sexta feira, 12, foi o advogado caicoense Allysson Agostinelli, 38 anos, que reside na rua Otávio Lamartine, centro, da cidade.

Ele colidiu seu carro, da marca Hyundai e modelo Elantra, cor branca, contra uma motocicleta, que era ocupada por dois jovens atletas. A dupla voltava de um jogo em São João do Sabugi.

Os dois garotos sofreram grandes escoriações e foram socorridos, sendo um deles em situação mais grave. Ao chegar no local, policiais militares deram voz de prisão ao advogado Allyson.

Com o condutor do Elantra foram encontrados substâncias, que ainda estão em análise, no entanto havia entre o material uma trouxinha de maconha. Ele foi encaminhado para o presídio.

Da prisão: Allyson foi autuado em flagrante por praticar lesão corporal culposa de natureza grave ou gravíssima na direção de veículo automotor com a capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência (Art. 303, § 2º da LEI 9.503/1997 – CTB e Consumo Pessoal de Drogas, Art. 28 Caput da LEI 11.343/2006.

Continue lendo

Noticias

Popular é baleado em praça e morre após dar entrada em hospital de Serra do Mel no Oeste Potiguar

Published

on

A violência não dar trégua em Serra do Mel, na região Oeste do Rio Grande do Norte e a cidade registra mais um homicídio. O crime aconteceu na noite desta sexta feira 12 de julho de 2024, na praça da cidade.
De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a vítima foi um homem conhecido como “Nego do Baralho”. O mesmo estava na praça pública quando foi alvejado com vários tiros por desconhecidos.

O mesmo após ser baleado ainda chegou a ser socorrido por terceiros, para o hospital da cidade, no entanto ele não resistiu, indo a óbito naquela unidade hospitalar.

A Polícia Militar realizou diligências pela região, mas não localizou os suspeitos, que fugiram com destino ignorado. O corpo de “Negro do Baralho, será removido por uma funerária, para o IML do Itep em Mossoró, onde passará por exames necroscópicos.

Até o momento não há informações sobre a motivação do crime. A Delegacia de Polícia Civil, da cidade, comandada pelo Dr. Rafael Laboissiere, vai instaurar inquérito para investigar mais um homicídio naquela cidade. (fimdalinha).

Continue lendo

Noticias

Estudante devolve PIX de R$ 70 mil que recebeu por engano no PA: ‘meus pais me ensinaram a ser honesto’

Published

on

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Quem nunca imaginou receber um PIX por engano? Essa situação ocorreu com o estudante universitário Alexandre Santos, de 25 anos, surpreendido com a quantia de R$ 70 mil na conta, em Belém (PA).

A notificação da transação bancária surgiu enquanto o jovem estava no ônibus, a caminho da faculdade, quando ele levantou questionamentos sobre a origem do dinheiro. No entanto, o valor foi devolvido na mesma semana por Alexandre.

“Pensei em ficar com o dinheiro, mas meus pais sempre me ensinaram a ser honesto e eu devolvi. É difícil acontecer uma coisa dessas com a gente, rola sempre brincadeira ‘espero que aconteça comigo’, mas quando acontece, a gente fica incrédulo e sem saber o que fazer”, revelou o estudante que cursa agronomia na Ufra.

O valor foi depositado por uma empresa administrativa que estava realizando pagamentos de rescisão a funcionários. O paraense contou que após receber o PIX, ficou aguardando entrarem em contato e foi então que uma mulher o informou sobre o erro.

Enquanto refletia sobre a situação na viagem até a aula, Alexandre contou que ainda passou pela cabeça o quanto o dinheiro recebido lhe ajudaria com as contas que tem acumulado: “Mas a minha ética falou mais alto”, disse ao g1.

Depois de ter realizado a devolução do dinheiro, o paraense ainda ficou com medo de ter sofrido um golpe, visto a nova modalidade de atuação de criminosos que utilizam deste meio para acionarem bancos a estornar valores que já foram devolvidos pelas vítimas.

Anteriormente, o estudante já havia caído em um golpe, contou. “Depositei um valor na conta de uma pessoa e quando pedir de volta me bloquearam”.

No fim, depois de estornar o valor do PIX que recebeu por engano, Alexandre conferiu no site de transparência do governo federal para saber se não haviam lhe aplicado um golpe e confirmou que não havia nada de anormal em seu nome.

g1/PA/Rede Liberal

Continue lendo

home