conecte-se conosco

Esporte

Brasil estreia na Copa América em busca de nova identidade

Published

on

A seleção brasileira faz sua estreia na Copa América contra a Costa Rica pela primeira rodada da fase de grupos nesta segunda-feira (24), às 22h (horário de Brasília), em um momento de reformulação.

Jogadores que exerceram o papel de líderes nos últimos anos não estão presentes para a disputa do torneio nos Estados Unidos, com novas lideranças ajudando na adaptação de jovens que começam a ganhar espaço pelo bom trabalho em seus clubes na Europa.

Sem Neymar e Casemiro, fora por lesão e decisão da comissão técnica, respectivamente, o lateral-direito Danilo será o capitão da equipe pela primeira vez em uma competição oficial.

O jogador da Juventus assume, ao lado do zagueiro Marquinhos, do PSG (Paris Saint-Germain), o posto de um dos mais experientes do grupo que vai em busca do 10º título da Copa América para o Brasil.

“Já vivenciei alguns ciclos na minha carreira e a gente sabe que o tempo passa e as coisas vão mudando, jogadores vão, jogadores vêm, principalmente em grandes clubes e grandes seleções, onde é muito difícil se manter”, afirmou Marquinhos nos Estados Unidos.

O defensor acrescentou que, se antes trabalhava com jogadores que serviam como inspiração, como Thiago Silva, Miranda e David Luiz, hoje é ele quem exerce esse mesmo papel junto aos mais jovens, como o zagueiro Beraldo, de 20 anos, e o atacante Endrick, de 17.

“Sei do meu papel, tento trazer para a seleção formas de ajudar esses meninos que estão chegando”, afirmou Marquinhos. “É um novo treinador, um novo ciclo, uma nova identidade que estamos tentando criar.”

Até aqui, foram apenas quatro jogos de Dorival Júnior à frente da seleção, com dois empates —contra Espanha e Estados Unidos— e duas vitórias —contra Inglaterra e México.

Apesar de ainda ter se passado pouco tempo desde que assumiu para imprimir a marca de um novo trabalho, algumas mudanças já puderam ser identificadas.

Uma delas é a presença de Beraldo como um dos homens de confiança na defesa, jogador com quem o técnico já havia trabalhado no São Paulo e que foi titular em três dos quatro jogos. O zagueiro não começou apenas contra o México, quando o técnico optou por uma escalação com reservas.

“Não é em uma convocação que vamos aprender todos os ensinamentos do Dorival. Eu e o Rafael [goleiro do São Paulo] podemos saber um pouco mais porque trabalhamos um ano inteiro com ele, então a gente sabe mais o que ele quer e muitas vezes podemos até ajudar os outros companheiros”, afirmou Beraldo.

Nomes no meio de campo que não tiveram tantas oportunidades com Fernando Diniz, como Douglas Luiz, João Gomes e Andreas Pereira, também ganharam espaço no time de Dorival, assim como o atacante Endrick, que aproveitou bem os minutos entrando no time e já pede passagem entre os titulares.

No último teste antes da Copa América, no entanto, Endrick seguiu no banco, com Raphinha, do Barcelona, na formação inicial no amistoso contra os Estados Unidos. O treinador afirmou que tem a preocupação de preservar o atacante formado na br do Palmeiras, sob o risco de queimar etapas e prejudicar seu desenvolvimento.

Dorival reconheceu que a seleção ainda passa por um processo de montagem e disse que vem “tentando acelerar ao máximo possível para que rapidamente possamos encontrar uma equipe, um padrão de jogo definido e, a partir desse padrão, deixarmos os jogadores desenvolverem suas habilidades individuais.”

Ele afirmou que o objetivo é encontrar durante a competição “uma equipe que nos dê confiança” e que segue atento em busca da formação ideal.

Para o confronto contra a Costa Rica, os jogadores terão pela frente um adversário que é freguês do Brasil. Em 11 jogos, foram dez vitórias da seleção brasileira e apenas uma da costa-riquenha, em 1960. O último confronto foi na Copa de 2018, com vitória do Brasil por 2 a 0, gols de Philippe Coutinho e Neymar.

A primeira partida da seleção será no SoFi Stadium, em Los Angeles. Globo (TV aberta), SporTV (TV fechada) e Globoplay (streaming) transmitem o jogo.

Na sequência, o time embarca para Las Vegas, onde encara o Paraguai no Allegiant Stadium, no dia 28. A participação na fase de grupos termina no dia 2 de julho, contra a Colômbia, no Levi’s Stadium, na Califórnia.

Brasil x Costa Rica (Copa América)
Onde: SoFi Stadium, em Los Angeles
Quando: segunda-feira (24), às 22h (horário de Brasília)
Transmissão: Globo, Sportv e Globoplay

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Beraldo e Wendell; João Gomes, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá; Raphinha, Rodrygo e Vinicius Júnior.
Treinador: Dorival Júnior

Costa Rica: Sequeira; Taylor, Mitchell, Cascante, Calvo, Lassiter; Galo, Aguilera; Alcócer, Zamora e Ugalde
Treinador: Gustavo Alfaro

Folha de São Paulo

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Ipanguaçu Garante Classificação em 1° do Grupo com Vitória Contundente sobre Apodi no Campeonato Estadual da Série Ouro 2024

Published

on

Em um jogão eletrizante, a seleção de Ipanguaçu confirmou sua superioridade e venceu mais uma vez a equipe do Apodi, agora pelo placar de 4×2. A partida, válida pela sexta rodada do Campeonato Estadual da Série Ouro 2024, foi um espetáculo para os torcedores presentes.

Após já ter vencido o jogo de ida contra Apodi, a equipe de Ipanguaçu entrou em quadra determinada a garantir a classificação para o mata-mata. E assim o fez, mostrando um desempenho impecável e muita garra. O Apodi, que também participa do Campeonato Brasileiro, enfrentou uma Ipanguaçu motivada e bem organizada.

Com essa vitória, Ipanguaçu assegurou o primeiro lugar do grupo, confirmando o resultado de um ano de intensos investimentos na equipe. A classificação para as quartas de finais permitirá à equipe decidir o segundo jogo em casa, uma vantagem importante para a sequência da competição. Por outro lado, Apodi, que sofreu sua segunda derrota para Ipanguaçu na competição, terá que lutar para reverter a situação, jogando o primeiro jogo em casa e o segundo fora.

O próximo adversário de Ipanguaçu sairá do grupo B, atualmente disputado entre Cruzeiro Assu, Macau Futsal e Siap-Natal.

Fiquem atentos para mais novidades e acompanhem de perto essa emocionante jornada da seleção de Ipanguaçu no Campeonato Estadual da Série Ouro 2024!

Continue lendo

Esporte

Neymar processa sósia por uso indevido de imagem

Published

on

O jogador brasileiro Neymar entrou com um processo judicial contra Eigon Oliveira, conhecido por ser um dos seus sósias mais populares, devido ao uso do termo “Sósia do Ney” como marca, informou a revista Veja na quinta-feira (11).

Eigon Oliveira, que possui mais de 2,3 milhões de seguidores no Instagram, ganhou notoriedade por sua semelhança com o jogador.

Neymar recorreu ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) para impedir que Oliveira utilizasse o nome que faz alusão direta a ele para fins comerciais.

O caso é peculiar não apenas pela relação prévia entre Neymar e Oliveira, mas também pelo impacto que o sósia teve durante a Copa do Mundo de 2022, realizada no Qatar.

A história de Eigon Oliveira, que passou de garçom a sósia oficial de Neymar, é marcada por episódios que ilustram a fascinação do público por figuras semelhantes a celebridades.

Em entrevista ao Metrópoles, ele compartilhou como a brincadeira de se parecer com Neymar se transformou em uma carreira.

“Como tinham muitos frequentadores de Santos, eles me achavam parecido com o craque e pediam fotos para tirar onda com parentes, para mandar para os filhos. Resolvi entrar na brincadeira, fiz um moicano e chamei ainda mais a atenção. Meu antigo chefe tirou fotos minhas, mandou para uma agência e eu comecei a trabalhar como sósia do ídolo”, disse Eigon.

Poder 360

Continue lendo

Esporte

12 atletas do RN são convocados para as Paralimpíadas de Paris

Published

on

Doze atletas do Rio Grande do Norte vão representar o Brasil nas Paralimpíadas de Paris neste ano. A convocação da lista final foi anunciada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) na tarde desta quinta-feira (11). As Paralimpíadas serão disputadas de 28 de agosto a 8 de setembro.

Os atletas convocados foram Clara Daniele Barros da Silva (Adevirn), Jardenia Felix Barbosa da Silva (Instituto Athlon), Maria Clara Augusto da Silva (Aparn) e Thalita Vitória Simplício da Silva (Adevirn). Todos são do atletismo. O destaque vai para Thalita Simplício, tricampeã mundial nos 400m T11.

No judô foram chamados: Arthur Cavalcante da Silva (Icemat) e Rosicleide Silva de Andrade (Adevirn). Já no goalball: Geovana Clara Costa de Moura (Adevirn) e Romário Diego Marques (Instituto Athlon). No halterofilismo, apenas Maria Rizonaide da Silva (Sadef) foi chamada. Na bocha, Iuri Tauan Saraiva da Silva (Aparn) vai representar o RN.

Na canoagem, Adriana Gomes de Azevedo (C. R. Curitiba) foi lembrada. Já na natação, a única representante potiguar é Cecília Kethlen Jerônimo de Araújo (A.AF. Botucatu).

Vale lembrar que a CPB anunciou uma primeira lista no dia 25 de junho, onde quatro potiguares foram convocados: Geovana Clara Costa de Moura (Adevirn), Romário Diego Marques (Instituto Athlon), Adriana Gomes de Azevedo (C. R. Curitiba) e Cecília Kethlen Jerônimo de Araújo (A.AF. Botucatu).

Além dos atletas, outros potiguares vão fazer parte da comissão olimpíca. É o caso de Roberto Vital, que vai ser o Chefe Médico da equipe. Além dele, Efraim Elias de Andrade, atleta-guia, vai participar de Paralimpíada de 2024. Junto com o massoterapeuta Wellington José da Cruz.

Os treinadores Luiz Carlos Araújo, da bocha, e Carlos Williams Rodrigues da Silva, do Halterofilismo, também vão para Paris.

Tribuna do Norte

Continue lendo

home