casal é torturado por ‘tribunal do crime’ antes de ser morto.

Manaus – Gabriel, 22, e Miriam Marinho da Silva, 28, foram amarrados e torturados pelo “tribunal do crime” que atua no bairro Petrópolis, na zona sul de Manaus. Na manhã de quarta-feira (2), a mulher foi executada a tiros no campo do Suplanzão. Já o homem foi esquartejado e o corpo foi encontrado por volta das 23h dentro de uma lixeira na rua Fragata. As vítimas eram um casal de namorados.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível observar que o casal foi capturado por criminosos e levado para uma casa onde foram amarrados com cordas e amordaçados. As imagens mostram que Miriam está com as mãos amarradas aos pés deitada de bruços em uma cama. Enquanto isso, Gabriel está com as mãos amarradas para trás e de joelhos. Um dos criminosos com uma faca faz ameaças ao homem.

De acordo com as informações, após a sessão de tortura, Miriam foi levaa para o campo de futebol do Suplanzão e executada com dois tiros que atingiram a região da axila e da cabeça dela. O corpo da mulher foi encontrado pela 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) depois que moradores relataram o barulho de tiros no local.

Já Gabriel teve o corpo esquartejado e a cabeça decepada. A Polícia Militar do Amazonas (PC/AM) recebeu a informação de que o corpo do homem tinha sido jogado em duas lixeiras na rua Fragata. Ao chegarem no local, os policias encontraram os braços, as pernas, o tronco e a cabeça da vítima.

Os corpos de Miriam e Gabriel foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso.

Veja vídeos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *