conecte-se conosco

HOME

Conheça “Capitão”, o cachorro que foi adotado para ajudar na segurança do Centro Administrativo do RN

Published

on

Xodó do pelotão de guarda do Centro Administrativo, em Natal, um cachorro de vira lata que vivia nas ruas foi acolhido pelos agentes que trabalham no local. “Capitão”, como é conhecido, foi adotado há três anos. Ele vivia com uma moradora de rua, mas a mulher morreu. Com isso, o animal começou a frequentar a garagem onde fica o carro oficial do Governo do Estado.

“Nós trouxemos aqui para o pelotão para ele passar por alguns dias até ficar mais forte. Ele não foi mais embora, cativou a todos nós”, afirmou a Coronel Margarida, coordenadora da segurança da governadora, em entrevista ao G1 RN.

O nome Capitão veio justamente porque no pelotão não existia nenhum nesse posto. Os militares batizaram o animal, que passou a acompanhar os militares nas atividades. Ele não foi treinado, mas a proximidade com os agentes de segurança fez com que ele desenvolvesse um “instinto policial”, como classificado pelos “companheiros”. “Ele passa em todos os postos do Centro Administrativo, fica com os policiais e tem uma postura que parece que é um militar”, complementou Margarida.

Já que veio da rua, os policiais não sabem a idade do animal. Por isso, ele não faz parte do canil oficial da PM. “Capitão chegou aqui e, durante o tempo de interação, ele foi se adaptando com o nosso mundo (da Polícia Militar) e, incrivelmente, ele criou essa postura naturalmente. É nosso orgulho”, afirmou o sargento Nazário.

Além das suas atividades “laborais”, Capitão também chama atenção do público infantil, que muitas vezes pedem fotos junto ao animal. Dócil, se relaciona bem com os pequenos e também com os que ainda estão pra chegar, como quando uma das militares, a Sargento Viviane, estava grávida.

“O Capitão sempre foi muito carinhoso, sempre deu atenção. Na época que eu estava grávida, eu ficava nessa recepção. Ele sempre subia e ficava com a cabeça encostada na minha barriga. Sempre foi muito carinhoso. Ele parecia que sabia que tinham duas crianças ali”, afirmou a militar.

Capitão está com todas suas vacinas em dia e é acompanhado por uma veterinária. Todos os custos para a manutenção do seu bem-estar são custeados pelos próprios militares, cerca de 68 que compõem a guarda do Centro Administrativo.

Foto: Pedro Henrique Trindade/Inter TV Cabugi.

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HOME

Acidente com vítima presa às ferragens na RN-288: Corpo de Bombeiros de Caicó é acionado; Vídeo

Published

on

O Corpo de Bombeiros de Caicó acaba de ser acionado para intervir em grave acidente de transo ocorrido nessa manhã na RN-288 e envolve vítima presa em ferragens.

Conversamos com o comandante da unidade de resgate, major Lima Verde, no entanto ainda há poucas informações a cerca desse sinistro de trânsito entre Cruzeta e São José do Seridó.

Continue lendo

HOME

Governo suspeita de irregularidades em metade dos pedidos de Auxílio Reconstrução no Rio Grande do Sul

Published

on

O Jornal Nacional da TV Globo, teve acesso, com exclusividade, ao relatório do governo federal sobre os pedidos de Auxílio Reconstrução depois das enchentes no Rio Grande do Sul. Mais de 300 mil solicitações estão sendo investigadas por suspeita de irregularidade.

Dos mais de 600 mil pedidos de benefício, quase a metade caiu na malha fina. O relatório indica também que 150 mil pessoas não moram em áreas que alagaram; 152 mil não tiveram endereço confirmado e 2,7 mil solicitaram o auxílio em mais de uma cidade. Os casos suspeitos estão em análise e ainda não tiveram o pagamento liberado. De acordo com o governo, um mesmo cadastro pode ter mais de um tipo de irregularidade ou inconsistência de dados.

“Se esta pessoa tentou cadastrar duas ou três famílias do mesmo endereço, ela não vai conseguir. Primeiro, porque nós temos o dado do Censo. Ele é bem atual, que mostra que naquele endereço tem uma residência. Segundo: nós temos a conta de luz, nós temos a conta d’água, nós temos o cartão do SUS, nós temos o CadÚnico, nós temos os dados da Receita Federal. Se a pessoa não comprovar, através de um documento público, que aquele endereço é o endereço onde ela efetivamente reside, ela não recebe”, afirma Paulo Pimenta, ministro da Secretaria de Apoio à Reconstrução do RS.

O Auxílio Reconstrução, no valor de R$ 5,1 mil, é pago pelo governo federal para as famílias afetadas pelas enchentes de maio no Rio Grande do Sul. O relatório do Ministério da Reconstrução revela também que golpistas usaram os nomes de mais de 1,2 mil pessoas mortas para pedir o benefício.

Fonte: G1

Continue lendo

HOME

Vaqueiro que morreu na disputa da vaquejada de Currais Novos será sepultado em Parnamirim

Published

on

Morreu nesta quinta-feira (11) o vaqueiro Hélio Pignataro Neto, conhecido como “Hélio Show”, aos 44 anos, que disputava o X1 na Vaquejada no Parque Sílvio Bezerra de Melo, em Currais Novos. Ele teve um ataque cardíaco, mas não resistiu. A notícia foi confirmada pela organização do evento.

Amigos dizem que “Hélio Show” partiu fazendo o que mais amava. Ele tinha acabado de derrubar o boi na faixa na disputa contra Dinarte Filho, seu adversário da noite.

Assim que conseguiu “botar o boi”, passou mal.

Amigos o socorreram ainda na pista e na transmissão ao vivo é possível perceber o locutor pedindo que o atendimento se aproximasse.

O vaqueiro chegou a ser levado para o Hospital Regional Mariano Coelho, mas não resistiu. O evento foi prontamente interrompido nesta quinta-feira após o ocorrido.

O velório terá início às 10h, no Cemitério Morada da Paz, em Emaús. O sepultamento será no mesmo local, às 18h. Hélio Show deixa esposa e quatro filhos. Uma grande tristeza.

Com informações de Anthony Medeiros / Foto: Reprodução

Continue lendo

home