conecte-se conosco

Esporte

Cristiano Ronaldo não é indicado à Bola de Ouro pela 1ª vez desde 2003

Published

on

A revista France Football divulgou hoje a lista de 30 indicados à Bola de Ouro. Um nome frequente na lista ficou ausente nesta edição.

O que aconteceu

Cristiano Ronaldo não apareceu entre os 30. O português esteve entre os 20 melhores jogadores do mundo segundo a Bola de Ouro nas 18 edições da premiação desde 2005.

O número de votos no atacante já vinha caindo ao longo dos últimos anos. CR7 ficou em 20º na edição de 2022, e foi o 6º colocado em 2021, quando terminou fora do pódio pela primeira vez desde 2010.

Apenas dois jogadores que estão na Arábia Saudita foram indicados à Bola de Ouro. Eles são Yassine Bounou, do Al-Hilal, e Karim Benzema, do Al-Ittihad. No entanto, ambos se transferiram ao futebol do Oriente Médio na última janela de transferências, enquanto Cristiano Ronaldo está no Al-Nassr desde janeiro de 2023.

No período considerado para a votação (1 de agosto de 2022 a 31 de julho de 2023), Cristiano Ronaldo teve saída conturbada do Manchester United. O português rescindiu contrato com o clube inglês após 16 jogos e apenas 3 gols na primeira metade da temporada. No início deste ano, transferiu-se ao Al-Nassr, onde retomou o caminho dos gols mas não conquistou nenhum título.

O atacante teve uma Copa do Mundo apagada no Qatar. CR7 só balançou as redes uma vez, de pênalti na estreia contra Gana, e perdeu vaga no time titular no mata-mata. O veterano de 38 anos vem recuperando espaço na equipe nacional com o técnico Roberto Martínez, anotando cinco gols em quatro jogos com o novo comandante.

30 indicados à Bola de Ouro Masculina

André Onana (Manchester United/Inter de Milão)
Josko Gvardiol (Manchester City/RB Leipzig)
Karim Benzema (Al-Ittihad/Real Madrid)
Jamal Musiala (Bayern de Munique)
Mohamed Salah (Liverpool)
Bukayo Saka (Arsenal)
Kevin De Bruyne (Manchester City)
Jude Bellingham (Real Madrid/Borussia Dortmund)
Randal Kolo Muani (PSG/Eintracht Frankfurt)
Bernardo Silva (Manchester City)
Khvicha Kvaratskhelia (Napoli)
Nicolò Barella (Inter de Milão)
Emiliano Martínez (Aston Villa)
Rúben Dias (Manchester City)
Erling Haaland (Manchester City)
Martin Odegaard (Arsenal)
Ilkay Gündogan (Barcelona/Manchester City)
Yassine Bounou (Al-Hilal/Sevilla)
Julián Álvarez (Manchester City)
Vinícius Jr (Real Madrid)
Rodri (Manchester City)
Antoine Griezmann (Atlético de Madrid)
Lionel Messi (Inter Miami/PSG)
Lautaro Martínez (Inter de Milão)
Robert Lewandowski (Barcelona)
Kim Min-jae (Bayern de Munique/Napoli)
Luka Modric (Real Madrid)
Kylian Mbappé (PSG)
Victor Osimhen (Napoli)
Harry Kane (Bayern de Munique/Tottenham)
Com informações do UOL

Escreva sua opinião

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carnaubais

SITFINALCOPA CARNAỦBAIS DE FUTSALASSOCIAÇÃO CLUB ATHLETIC

Published

on

FIORENTINAACAFCARNAUBAISACAFsnocAo CLUS ATETIC FIORENTNeSAB.22.JUNACAF11H30GREMIOGINÁSIO POLIESPORTIV0ESCOLINHAGREMIO)CARNAÚBAISSERRAMELENSE

Continue lendo

Esporte

Inglaterra empata com Dinamarca e atrasa confirmação de vaga nas oitavas da Euro

Published

on

A seleção da Inglaterra jogou mal nesta quinta-feira, cedeu o empate por 1 a 1 à Dinamarca e ainda desperdiçou a chance de garantir por antecipação a vaga nas oitavas de final da Eurocopa Longe de empolgar a animada torcida inglesa, em Frankfurt, a equipe inglesa ainda correu sério risco de sofrer a primeira derrota na competição.

Com uma postura reativa ao longo de quase toda a partida, a Inglaterra fez uma das piores performances desta Eurocopa. A flagrante falta de criatividade e a pouca ousadia em campo renderam vaias ao técnico Gareth Southgate, que sacramentaria a classificação ao mata-mata com uma vitória simples nesta quinta.

Apesar do tropeço, os ingleses continuam liderando o Grupo C, com quatro pontos. Dinamarca e Eslovênia vêm logo na sequência, com dois pontos cada. A Sérvia tem apenas um ponto. Faltando apenas uma rodada para o fim da fase de grupos, todas as seleções desta chave ainda têm chances de classificação às oitavas.

Uma das candidatas ao título, a Inglaterra voltou a fazer uma exibição abaixo do esperado no primeiro tempo em Frankfurt. O início da partida foi marcado pela maior iniciativa dos dinamarqueses, enquanto a equipe inglesa adotava maior cuidado em sua defesa. Aos poucos, os favoritos começaram a buscar o ataque, com timidez.

O crescimento da Inglaterra em campo coincidiu com o primeiro gol da partida. Aos 18, Walker disparou pela direita e mandou na área. A defesa desviou mal e Kane mandou para o gol: 1 a 0. A vantagem no placar fez os ingleses reforçarem ainda mais a preocupação com a defesa. Até os 30 minutos de jogo, a Inglaterra esbanjava solidez lá trás e era eficiente nos raros ataques que fazia.

Mas a regularidade não vem sendo a marca desta equipe inglesa. Os erros começaram a aparecer na defesa e uma problemática saída de bola do zagueiro Guéhi acabou se tornando sintomática deste momento da partida. O erro culminou em finalização incrível de Hjulmand, aos 34. Ele arriscou da intermediária e mandou no pé da trave direita de Pickford, que viu a bola morrer no fundo das redes. O gol de empate foi o 13º marcado com finalização fora da área nesta Eurocopa.

O segundo tempo foi mais amarrado e de menos emoções que o primeiro. A Inglaterra manteve sua postura reativa, à espera do rival, enquanto a Dinamarca trocava passes na intermediária tentando encontrar uma brecha na defesa inglesa. Eriksen era quem conseguia levar algum perigo, em finalizações de longa distância.

Insatisfeito, o técnico Gareth Southgate trocou o ataque inteiro da Inglaterra de uma vez só. Ele sacou Kane, Saka e Foden para as entradas de Eze, Bowen e Watkins. Mas a mudança não tornou a equipe inglesa mais criativa, com um ataque ainda menos operante Para piorar, levava constantes sustos na defesa. Sem assumir o protagonismo do jogo, a Inglaterra precisou apelar para a retranca para evitar a derrota nos minutos finais.

ESLOVÊNIA X SÉRVIA

Mais cedo, eslovenos e sérvios empataram por 1 a 1, com gols somente no segundo tempo. Karnicnik abriu o placar para a surpreendente Eslovênia, aos 14 minutos. A Sérvia sofreu até o último lance do jogo, quando arrancou um suado empate, com Jovic, aos 50 minutos da etapa final.

A partida foi marcada por uma fraca atuação da equipe sérvia, liderada pelo atacante Dusan Vlahovic, da Juventus. E, do outro lado, o time esloveno exibiu bom futebol e organização tática. A Sérvia havia estreado na Eurocopa com derrota para a Inglaterra por 1 a 0, enquanto os eslovenos haviam empatado por 1 a 1 com a Dinamarca.

Estadão Conteúdo

Continue lendo

Esporte

Anderson Silva e Chael Sonnen empatam em luta de exibição.

Published

on

Anderson Silva e Chael Sonnen se enfrentaram na luta principal do Spaten Fight Night, que foi realizado neste sábado, em São Paulo. O duelo marcou a despedida do brasileiro dos ringues em seu país, e foi marcado pelo encontro com um de seus mais famosos rivais. O combate, programado como exibição, teve os dois lutadores com os braços erguidos ao fim da luta, deixando-a sem vencedor.

Embalado por Seu Jorge, que cantou a famosa música que embalou Anderson Silva em seus principais combates, o Spider entrou aplaudido pela torcida, enquanto Sonnen o esperava no ringue. A torcida não chegou a hostilizar o lutador americano, mas ecoou o coro de “Uh, vai morrer” para o antigo rival do brasileiro.

Quando o combate começou, Anderson mostrou toda sua habilidade e foi ditando o ritmo do confronto, sem acelerar e levar muito perigo ao lutador americano. Wrestler por natureza, e sem tantas habilidades na trocação, Sonnen foi levando a luta durante os cinco rounds, sem incomodar o brasileiro.

Após cinco rounds de dois minutos, Anderson e Sonnen tiveram seus braços erguidos e o combate terminou sem vencedor. Combate

Silva.

Continue lendo

home