Edmo Sinedino: Se quisesse e fosse profissional, Neymar seria maior que Messi

A imprensa afirma que Neymar quer voltar para o Barcelona e pediu para deixar o PSG. E isso aconteceu após sua volta triunfal aos campos.

Sobre jogo jogado, a diretoria entende que o PSG fez uma péssima pré-temporada e se mostrou “incapaz” de vencer adversários como Al Nassr, Cerezo Osaka e Inter de Milão sem ter Neymar em campo.

Quando o brasileiro finalmente fez sua estreia, porém, ele brilhou com dois gols e uma assistência, liderando o grupo a um triunfo sobre o Jeonbuk Motors.

Eu vi os lances. Incrível. Volto a dizer o que já repeti tantas e tantas vezes: se fosse profissional, menos deslumbrado e tão mal criado, preparado e sem noção de cidadania, seria muito, mas muito superior a Cristiano Ronaldo e maior até mesmo que o Messi.

“Dois dias depois de pisar em solo francês, Neymar reuniu sua família e seu empresário, Pini Zahavi, em sua mansão. Todos chegaram ao acordo que a página do PSG precisa ser virada, de uma vez por todas”, escreveu o jornal L’Équipe.

“O episódio dos ultras traumatizou Neymar. Além disso, ele acredita que o clube não protege seus jogadores de forma suficiente dos problemas externos. Ele se sente exposto de uma forma que nunca ocorreu quando ele estava no Barcelona”, acrescentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *