Justiça manda apreender carro de R$ 4,3 mi comprado por meia do Flamengo

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a busca e apreensão de uma Mercedes-Benz comprada pelo jogador Thiago Maia por R$ 4,3 milhões, que gerou um processo na Justiça do meia do Flamengo contra um banco e uma loja de carros envolvidos no negócio.

O jogador comprou o carro em janeiro, mas foi surpreendido em maio pela notícia de que o veículo sofreu uma restrição de penhora e circulação por conta de uma ação criminal por estelionato. Então, o atleta foi à Justiça, acusando os vendedores de falsificação, fraude e sonegação fiscal.

O volante do Flamengo pagou R$ 4,3 milhões no carro, dando como pagamento uma Dodge Challenger, uma BMW X6 e mais R$ 1,7 milhão financiados.

O carro não está mais com o jogador e se encontra atualmente na cidade de São Paulo. O banco envolvido pediu segredo de Justiça no processo, o que foi negado pela Justiça. O juiz também determinou que os réus paguem a dívida com o atleta em até 5 dias.

À coluna, o estafe de Maia disse que ele é vítima no caso por ter comprado um carro que não havia sido pago pela loja. Um homem o procurou em maio alegando ser o proprietário do carro, que havia sido deixado na loja em consignação para ser vendido, mas não recebeu o valor, além de não reconhecer a firma do certificado de registro de venda.

O atleta disse à Justiça que tentou desfazer o negócio, mas os donos do local protelaram a resolução do conflito até que encerraram as atividades do estabelecimento e não atenderam mais aos telefonemas ou e-mails enviados.

Fonte: Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *