Policial flagra repórter da TV Globo ‘de tocaia’ em reduto de confronto no Guarujá; ‘Produziria material em rede nacional contra a PM’

ma jornalista da TV Globo foi flagrada por um policial militar dentro de uma residência na comunidade periférica do Guarujá, em São Paulo.

Segundo o relato dos agentes, a repórter —identificada como Danielle Zampollo— estaria no local para flagrar cenas de violência policial. O material colhido seria para a produção de uma matéria jornalística.

Em uma gravação de vídeo, o homem questiona a presença da profissional no reduto de confronto. Ao ser notada, ela diz: “Pode me filmar”. Na sequência, o agente responde: “A senhora não precisa falar, eu sei o que você pode fazer e sei o que eu posso fazer”, rebate ele.

O PM prosseguiu rechaçando o que estava presenciando: “No meio da periferia, em uma abordagem, é isso que acontece”.

O Conexão Política procurou a TV Globo, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

[REPERCUSSÃO]

Nas redes sociais, internautas acusaram a emissora de enviar equipe de jornalistas e repórteres para tentar incriminar policiais e, consequentemente, minimizar as ações violentas dos criminosos.

Na rede social ‘X’, o político Carmelo Neto (PL-CE) repudiou a cena. “Essa é a nossa ‘imprensa imparcial’, onde querem transformar criminosos em mocinhos e os policiais em vilões”, apontou o direitista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *