Quadrilha diz que morador de Ipueira emprestou as armas para o assalto; Suspeito será apresentado na delegacia em Caicó

A quadrilha presa após assaltar um mercado na cidade de Ipueira apontou o comerciante Bruno Lopes dos Santos, de 44 anos, como partícipe no crime, ou seja, emprestou as armas usadas para assaltar o comércio hoje, 14.

Bruno já foi preso em 2015 acusado pelo mesmo crime, de ser o mandante de um assalto frustrado aos Correios na cidade de São João do Sabugi. Os homens disseram que devolveram a Bruno dois revólveres, mas que há outras armas com o comerciante, incluindo um rifle e supostamente uma pistola de calibre não revelado. A PM o apresentará na DP/Caicó.

Até a finalização dessa matéria a Polícia Militar ainda não tinha a materialidade do crime, ou seja, as armas não foram localizadas, até então. Uma força tarefa está sendo montada para buscas em residências e áreas adjacentes a imóveis que pertencem a Bruno Lopes. O empresário também está negando os fatos e já constituiu um advogado para defendê-lo.

Deixe um comentário