Time feminino campeão no RN pode fechar as portas após perder Nota Potiguar

O União ABC, atual campeão potiguar feminino do Rio Grande do Norte, pode fechar as portas após perder o apoio do programa Nota Potiguar. A treinadora do clube, Walessa Silva, confirmou ao Portal 96 que, caso não haja um acordo entre o clube e o Estado, com relação à compensação esperada, a tendência é que o projeto não tenha andamento.

As atletas estão desde a semana passada em protesto na frente da Governadoria e, inclusive, se manifestaram em uma publicação da governadora Fátima Bezerra, que enaltecia a vitória da Seleção Brasileira na estreia da Copa do Mundo de Futebol Feminino, nessa segunda-feira (24).

Em contato com a 96, Walessa cobrou a gestora estadual e explicou que já não esperava uma ação do presidente da FNF, José Vanildo, mas acabou se decepcionando com Fátima Bezerra e disparou que essa é a pior gestão que já viu para o futebol feminino.

“O Governo está fazendo pior do que Zé Vanildo. Ele nunca fez nada pela modalidade e o Estado está com a oportunidade e não faz. Digo mais: seis anos de Governo Fátima já. Qual a competição que ela fez por nós? Cadê a Copa da Mulher que acabou quando ela assumiu? É muita coisa errada. Nunca vi um governo tão ruim para a modalidade”, revelou.

Walessa ainda ressaltou a diferença financeira do dinheiro destinado para os times de futebol feminino de outros estados. Conforme a treinadora, no Mato Grosso, por exemplo, o Misto, clube tradicional do estado, recebe do Governo o mesmo incentivo dos homens, cerca de R$ 1,5 milhão.

No último ano, o União ABC recebeu R$ 180 mil do Nota Potiguar. A expectativa é que, neste ano, o montante fosse semelhante e até superior. Toda a verba estaria comprometida, inclusive com uma taxa a ser paga à FNF, que sequer deu premiação em dinheiro ao clube campeão.

A Reportagem tentou contato com a FNF, que afirmou que não vai comentar sobre o caso. Na época da competição, a CBF afirma que ainda notificou a Federação do RN sobre o descumprimento do regulamento básico.

Conforme o Governo do Estado, o clube não conseguiu a classificação para uma competição nacional, critério definido para que a verba seja disponibilizada aos times do RN. A medida é questionada pelo fato de que o União foi vencedor do torneio estadual, porém a competição organizada pela Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) não cumpriu os requisitos mínimos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para qualificação à Série A3.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *