Um crime brutal chocou os moradores da cidade de Luiziana, no centro-oeste do Paraná. Uma mulher de 27 anos foi morta e decapitada pelo ex-marido. O crime foi cometido na frente dos filhos do casal, de 2 e 6 anos de idade.

O crime aconteceu neste domingo (23) e o suspeito foi preso ao lado de um comparsa na manhã desta segunda-feira (24) em um posto de combustíveis da cidade.

Priscila da Silva foi esfaqueada pelo menos 20 vezes e, em seguida, foi decapitada pelo ex-marido, conhecido na cidade como ‘Indião’. A criança de 2 anos também levou uma facada e ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

A mãe de Priscila também estava na casa e se escondeu com o neto mais velho no guarda-roupas para escapar do assassino.

Homem que decapitou mulher no Paraná é preso

O suspeito de esfaquear e decapitar a ex-mulher no centro-oeste do Paraná foi encontrado na manhã desta segunda pela Polícia Militar. Ele estava escondido no banheiro de um posto de combustíveis ao lado de um possível comparsa, segundo informou a delegada Paloma Gonçalves.

De acordo com a autoridade policial, o comparsa teria ficado dentro do carro para ajudar na fuga de Indião após o assassinato. A polícia segue as buscas pelo veículo usado pelos criminosos e busca imagens de câmeras de segurança que ajudem a comprovar a participação da dupla.

Ainda segundo a delegada, a vítima já tinha pedido medida protetiva de urgência, mas ela ainda não estava em vigor porque o ex-marido não tinha sido notificado oficialmente.

Os dois presos estão na delegacia de Campo Mourão e devem ser ouvidos ainda nesta segunda-feira.

Barbaridade.