Candidato morre após passar mal em teste físico do concurso da PM do Amapá

Alone Petrus Leite, de 30 anos, candidato a vaga de soldado no concurso da Polícia Militar do Amapá, morreu nesta quinta-feira (9) após passar mal durante um teste de aptidão física realizado nesta quarta-feira (8). Ele chegou a ser socorrido para um hospital de Macapá mas não resistiu. A PM informou que vai se pronunciar sobre o caso.

A notícia do falecimento foi divulgada por Adilson André, irmão de Alone Petrus, nas redes sociais.

Por volta de 12h30, a família compartilhou uma nota oficial na qual lamentou a perda e enfatizou que o candidato recebeu todo o apoio e primeiros socorros da PM e que foi transportado pela ambulância da Polícia Rodoviária Federal para um hospital particular.

O candidato costumava ter uma rotina de exercícios físicos e nunca tinha apresentado problemas durante as corridas que costumava fazer. No entanto, segundo a família, no hospital, ele foi diagnosticado com Citoacidose Diabética, possivelmente relacionada a doença hereditária, vindo a falecer em função de Insuficiência Renal Aguda.

Para concorrer à fase de aptidão física no concurso da PM, é necessário apresentar um atestado médico comprovando a não existência de impedimentos relacionados a problemas de saúde.

Quem era Alone Petrus Leite
Alone Petrus era advogado, inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional do Amapá.

Ele foi recém-aprovado na primeira fase do Concurso da PM e passava pela fase de aptidão física quando teve a vida interrompida devido a complicações de saúde.

Ela não sabia mas tinha Citoacidose Diabética, o que levou a falência dos rins nesta quinta-feira após o teste físico.

Segundo a família, Alone sonhava em compor o quadro da Polícia Militar do Amapá, em homenagem à memória de seu falecido pai Pedro Leão de Souza, Policial Civil do ex-território do Amapá.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *