CNI registra aumento de 2,8% no faturamento da indústria em 2022

O encerramento do ano registrou resultados positivos para a indústria. Cinco dos seis indicadores monitorados pela CNI tiveram resultados positivos na comparação anual. Segundo a economista da Confederação, Larissa Nocko, contribuíram para a melhora fatores como a reorganização das cadeias de suprimentos, desaceleração inflacionária e a atividade econômica mais aquecida.

“De forma específica, dezembro trouxe resultados ambíguos. Houve recuo no faturamento, inutilização da capacidade instalada, estabilidade no emprego e avanço tanto na massa salarial quanto no rendimento médio do trabalhador da indústria de transformação. Houve também avanço no número de horas trabalhadas na produção. Quando olhamos o agregado do ano, há o avanço de 5 dos 6 indicadores”, disse Nocko.

O número de horas trabalhadas na indústria aumentou 0,6% em dezembro em relação a novembro. Em comparação a 2021, o aumento chegou a 2,7¨%. O emprego na indústria ficou estável, mostrando uma tendência de desaceleração depois de sucessivas altas em 2020 e 2022.

Esse crescimento, comparado a 2021, chega a 1,5%. A massa salarial também avançou em dezembro na comparação com 2021, com o rendimento médio avançando 0,8% em relação a novembro. Em 2022, foram sete altas em 12 meses, com o acumulado do ano, o avanço é de 2,1%. O faturamento do setor é de 2,8% em 2022 em reação ao ano anterior, mesmo tendo registrado queda e 0,4% em dezembro.

Jovem Pan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *