Connect with us

Policial

Documentos inéditos detalham plano do PCC para sequestrar e matar Sergio Moro

Published

on

Os muros de 3 metros de altura impediam que quem estivesse do lado de fora observasse o que se passava dentro da chácara. As serpentinas de arame farpado desestimulariam qualquer aventureiro a entrar sem ser convidado ou alguém a fugir sem passar por um portão de ferro, o único acesso. A privacidade era garantida. O lugar é cercado por uma densa vegetação, o vizinho mais próximo, uma senhora de quase 80 anos, está a mais de 200 metros de distância. Havia outros pontos positivos.
A propriedade fica a 48 quilômetros de Curitiba e a única maneira de chegar lá é dirigindo 18 quilômetros por uma estrada de terra sem nenhum movimento. A casa principal não tem móveis nem telefone. Até a piscina e a churrasqueira, teoricamente dispensáveis, podiam ser úteis. A única coisa inconveniente era a presença de câmeras de segurança com as quais o proprietário gravava o que acontecia do lado de dentro e podia dar uma espiada para conferir se estava tudo sob controle. Esse foi o local escolhido pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) para servir de cativeiro do hoje senador Sergio Moro, que, graças a um imprevisto, escapou do sequestro e provavelmente da morte na mais ousada ação planejada pelo grupo desde que ele foi criado, há trinta anos.

VEJA teve acesso à íntegra da investigação sigilosa, que, em março, prendeu nove pessoas que participaram do planejamento do crime. Os documentos revelam o nível de sofisticação do PCC, que, segundo os especialistas, já é considerado uma das três maiores e mais bem estruturadas organizações mafiosas do planeta. O grupo tem ramificações em pelo menos quinze países europeus, em toda a América Latina, parcerias com criminosos italianos, movimenta bilhões de dólares, controla o tráfico de armas e cocaína que passa pelo território brasileiro e já se enfronhou na política.

O caso do sequestro do senador é o exemplo mais bem-acabado dessa mudança de patamar. Em poucos dias, os criminosos mobilizaram gente, um arsenal, carros e muito dinheiro para financiar uma operação que marcaria a chegada ao Brasil de ações comuns em países dominados por cartéis como a Colômbia e o México. A operação, abortada pela Polícia Federal, tinha o objetivo de trocar a vida de Moro pela transferência de Marcos Camacho, o Marcola, líder da organização, que está preso na penitenciária federal de segurança máxima de Brasília, para o sistema prisional estadual de São Paulo, onde está grande parte da força motriz do PCC. Os bandidos sabiam que as chances dessa negociação acontecer eram mínimas. A provável execução do ex-juiz da Lava-Jato seria uma demonstração de força e poder.

Confira mais detalhes na matéria de Laryssa Borges, Veja.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

EUA aprovam possível venda de helicópteros Black Hawk ao Brasil por R$ 4,9 bilhões, diz Pentágono

Published

on

By

O Departamento de Estado norte-americano aprovou uma possível venda de helicópteros Black Hawk e equipamentos relacionados ao Brasil por um valor estimado de US$ 950 milhões (R$ 4,9 bilhões), informou o Pentágono nesta sexta-feira (24). A informação é da agência de notícias Reuters.

Os principais fornecedores seriam a Lockheed Martin e a Sikorsky, informou o Pentágono.

A Força Aérea Brasileira (FAB) já tem helicópteros desse modelo. Nas enchentes no Rio Grande do Sul, por exemplo, um Black Hawk foi usado em uma missão de substituição de gerador no município de Cachoeira do Sul, e também foi usado em missões de resgate na região da cidade de Agudos.

Em abril, um Black Hawk foi usado em uma operação para destruir motores de garimpeiros que estavam na Terra Indígena Yanomami.

Esse é o helicóptero aparece no filme “Falcão Negro em Perigo”, de 2001 —o nome em inglês é “Black Hawk Down”, ou “Black Hawk derrubado”.

Segundo a página do fabricante, a aeronave tem diversos propósitos e é usada pelas forças armadas dos EUA e de outros 34 países

Há mais de 4.000 Black Hawks, e a maioria (2.135) são do Exército dos EUA.

A empresa também afirma que o helicóptero é usado para entrar e sair de zonas de combate, para levar tropas ou retirá-las de um local e atuar como bombeiro aéreo e patrulheiro de fronteiras, entre outros usos.

Um novo modelo foi desenvolvido recentemente como um helicóptero armado para dar apoio a tropas no chão ou servir como escolta. É uma aeronave que pode voar mais alto do que as anteriores.

g1

Continue Reading

Policial

Polícia Civil age rápido e prende mandante de tentativa de roubo em casa lotérica de Alexandria; dois assaltantes morrem em confronto

Published

on

By

Policiais civis da 8ª Delegacia Regional de Alexandria (8ª DR) prenderam, na tarde de quinta-feira (23), um homem investigado por ser o mandante de uma tentativa de roubo em uma lotérica localizada no município de Alexandria, no Oeste potiguar. Durante as demais diligências na noite de ontem (23), a Polícia Civil ainda localizou a dupla responsável pela tentativa de assalto, que não se rendeu e reagiu, o que fez com que a equipe policial tivesse que agir a fim de cessar a injusta agressão.

Segundo as investigações, na manhã de quinta-feira (23), com uma motocicleta Bros, de cor vermelha, dois indivíduos da cidade de Mossoró chegaram à casa lotérica para realizar o assalto, causando pânico entre os presentes. Em uma ação rápida, eles atearam fogo, ameaçaram os funcionários, os clientes e depois fugiram sem o dinheiro, pois não conseguiram acesso à parte interna do estabelecimento. As Polícias Civil e Militar foram acionadas após uma denúncia de um funcionário que conseguiu escapar.

Já na tarde de quinta-feira (23), as equipes da 8ª DR e da PMRN localizaram e prenderam o mandante do crime, que contratou a dupla para roubar a lotérica devido a uma dívida com uma facção local. Já os suspeitos da prática do assalto foram encontrados em um sítio próximo ao município de Tenente Ananias, na posse de duas armas de fogo, por volta das 22h30, de quinta-feira (23). Eles receberam voz de prisão e reagiram contra os policiais.

O suspeito detido, Guilherme Nobre Sarmento, conhecido como Guila, foi preso em flagrante por tentativa de roubo com uso de explosivos e armas de fogo, além de outras qualificadoras do crime.

A ação contou com o trabalho integrado de todas as delegacias municipais que compõem a 8ª Delegacia Regional de Alexandria, da Polícia Militar do RN e da Polícia Militar da PB.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Continue Reading

Policial

31 veículos recuperados: Com apoio da 3ª CIPRV e Polícia Civil, PRF realiza operação de enfrentamento a fraudes veiculares no Seridó

Published

on

By

A 3ª CIPRv participou da operação BOER, da Polícia Rodoviária Federal, de enfrentamento a fraudes veiculares. Foram recuperados 31 veículos adulterados, dentre eles 26 motocicletas e 04 carros, além cumprimento de mandado de prisão, apreensão de documento falso, drogas e munições.

Veículos que apresentam adulteração são provenientes de furto ou roubo e tem sua identificação original adulterada, justamente para esconder sua origem ilícita.

A operação também teve a participação de unidades operacionais subordinadas ao Comando de Policiamento Regional II e da Polícia Civil.

Continue Reading

home