Jean Wyllys apaga post contra Eduardo Leite após decisão judicial

O ex-deputado federal Jean Wyllys apagou a publicação em que criticava o governador do RS, Eduardo Leite (PSDB), por manter as escolas cívico-militares. Na quarta-feira (26), a Justiça do RS atendeu pedido do Ministério Público do estado (MP-RS) e determinou a remoção da postagem. Nesta quinta, o tweet não estava mais visível no perfil de Wyllys.

Na publicação, feita em 14 de julho, Jean Wyllys escreveu que “gays com homofobia internalizada em geral desenvolvem libido e fetiches em relação ao autoritarismo e aos uniformes”. A multa diária fixada pela Justiça caso houvesse descumprimento da decisão era de R$ 100 mil.

O advogado Lucas Mourão, que representa o ex-deputado federal, afirmou na quarta, após a decisão, que “Jean é um democrata e, portanto, seguirá a determinação judicial”. Nesta quinta, o g1 tentou novo contato com a defesa de Jean Wyllys, mas não obteve resposta até a última atualização da reportagem.

Por g1 RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *