conecte-se conosco

Carnaubais

Má gestão financeira da Prefeitura de Carnaubais sob as ordens de Marineide Diniz atrasa pagamentos a servidores e até os empréstimos consignados

Published

on

PArece que agora, toda desorganização das Prefeituras estão vindo à tona, e agora é a vez de Carnaubais, deixando claro o caos que é a gestão financeira da Prefeitura sob o comando da prefeita Marineide Diniz.

Segundo informações obtidas pelo Blog, a Prefeitura não pagou 50% do décimo e o terço das férias de servidores, além de não estar repassando para o banco o pagamento de empréstimos consignados.

A parte ruim dos consignados é que está sendo descontado do servidor, e a Prefeitura não está repassando, o que está gerando cobranças por parte dos bancos para os servidores.

Então a população está sem entender, a Prefeitura recebe dinheiro e faz empréstimos, e continua devendo aos servidores, não coloca em dias as demandas dos setores de saúde e assistência, e não entrega obras. Para onde mesmo está indo esse dinheiro?

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carnaubais

Araci Firmino de Melo dos Santos, natural da cidade de São Rafael-RN, chegou na cidade dos

Published

on

verdes Carnaubais no ano de 1974,vindo morar na comunidade do Carnaubal ,Araci é uma humorista nata, gosta de se divertir e de divertir as pessoas com suas estórias e piadas engraçadas, foi daí que ela adquiriu alguns pseudônimos como: Borboletinha,casca de bala.Araci carrega com se o gosto pela dança, pois desde dos 10 anos de idade que a mesma aprendeu a dançar e diga-se de passagem dança muito bem, dançou durante décadas os famosos pastoris na nossa cidades e nas cidades vizinhas também, hoje a nossa borboletinha tem 63 anos de idade mas continua atuando como uma grande humorista popular no nosso município, é uma pessoa simples mas de um valor inabalável em nossa cultura carnaubaense, ultimamente tem gravado diverso video engraçados melhorando o humor das pessoas através da arte.A nossa Casca de bala considero uma pessoa impá na sociedade, mesmo analfabeta, tem a capacidade de arrancar risos e alegrias das pessoas.

Continue lendo

Carnaubais

DR.GLEIDSON ESTÁ CAPACITADO

Published

on


A Cidade de Carnaubais-RN, lamenta a decisão da Prefeita Marineide Diniz em renuncia a possibilidade da reeleição no pleito municipal deste ano. Manifestamos sincero respeito e crescente admiração a Alcaidessa, uma mulher guiada pela integridade, que em pouco tempo fez história na terra do patriarca Yoyo Lacerda. Sua visão desenvolvimentista e compromisso com a coletividade, trouxeram avanços para a terra de Santa Luzia que reconhece e agradece. Mesmo assim os munícipes continuam aprovando a decisão da Gestão ao lançar Gleudinho um jovem médico como candidato a prefeito da Capital da Carnaúba. O vice-prefeito Gleudinho somado a todos os prognósticos e equações do jogo político é o candidato ideal para continuar a boa administração municipal. O médico e vice prefeito Gleudinho chegará fortalecido neste momento pré-eleitoral, está capacitado a dá continuidade a transformação que Carnaubais vem vivendo nos últimos anos.

Continue lendo

Carnaubais

ESCÂNDALO EM CARNAUBAIS: Justiça determina suspensão de pagamentos a escritório de advocacia que não prestou nenhum serviço jurídico em contrato de R$ 800 mil com Prefeitura

Published

on

Após publicações do BLOGDOBG sobre o esquisito contrato de R$ 800 mil entre o município de Carnaubais e o escritório de advocacia Severino Medeiros Sociedade Individual de Advocacia, sem que há quase um ano não houve qualquer serviço jurídico em favor do Município, decisão judicial do juiz Nilberto de Souza Neto determinou a suspensão dos pagamentos que ficarão em depósito judicial até o julgamento do mérito.A ação foi patrocinada pela advogada Ruana Hadassa.

O caso veio a público em 10 de maio quando o BLOGDOBG publicou a esquisitice do contrato firmado pela gestão da prefeita Marineide Diniz. Em 20 de maio, o blog apurou que o contrato foi mediado pelo marido da prefeita e atual chefe de gabinete, Dinarte Diniz.

Na decisão desta sexta-feira, 14, o magistrado destacou que não foram explicitados os motivos para dispensa de licitação e contratação do escritório. Destacando ainda, “À princípio, entendo que as relações sejam públicas ou privadas, mas que contenham a utilização de dinheiro de origem pública devem ser transparentes e muito bem explicitadas, o que não foi observado na manifestação do ente Municipal, havendo, na verdade fortes indícios de que esses pagamento estejam
sendo feitos em uma causa que enseje um enriquecimento injustificável e até um desvio de finalidade, o que configura o fumus boni iuris da pretensão”.

Ao fim da sentença o magistrado determinou: a inclusão do escritório Severino Medeiros Sociedade Individual de Advocacia no polo passivo da demanda, por meio de sua citação. Intime-se o MP para que participe do ato, podendo apresentar manifestação a qualquer momento, em especial quanto a esta decisão; requisitar à edilidade, em 10 dias, cópia dos contratos que se pretendem anular com o escritório, do processo de inexigibilidade, da justificativa da revogação do contrato anterior e dos autos completos em arquivo separado dos demais documentos do processo que traz benefício financeiro direto ao município,
bem como menção de quais atos foram praticados pelo novel escritório contratado e informação de todos os valores pagos pelos serviços;. Determinar que todo e qualquer pagamento relativamente a este contrato seja depositado em juízo até
ulterior deliberação, estando certo de que os valores já repassados poderão ser também futuramente objetos de determinação em igual sentido. O descumprimento importará em multa de 10 mil por descumprimento, a incidir diretamente ao ordenador da despesa ou ato.

Continue lendo

home