Vídeo: Com espaço aéreo fechado, garimpeiros não conseguem voos clandestinos para sair da Terra Yanomami e usam barcos

Com o controle do espaço aéreo na Terra Indígena Yanomami, realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB), garimpeiros que estão no maior território indígena do país não conseguem voos clandestinos para deixar a região.

Áudios e mensagens enviados em um grupo de mensagens mostram as tentativas deles em conseguir aviões ou helicópteros. Com o cenário, os invasores têm fugido pela floresta e pelos rios em pequenas embarcações.

Em um grupo chamado de “Amigos do Rio Uraricoera” – em referência à principal via fluvial usada pelos garimpeiros para chegar aos acampamentos dentro da Terra Yanomami –, uma pessoa diz que tem ao menos 5 mil garimpeiros em busca de sair do local, mas não há voos.

“Aqui onde estou tem mais de cinco mil pessoas na região só para ir embora, nós queremos ir. Mas, não tem é voo, o povo [pilotos] está com medo de vir”, diz.

Alguém ainda tem dúvida de que os nossos votos no Lula salvaram os Povos Originários, a Amazônia, o Brasil e o Planeta?
Bastou a presença do Estado e de um Governo que respeita a Vida, para fazer os criminosos garimpeiros saírem fugindo das Terras Yanomamis pic.twitter.com/tJ8sTsZvap

— Sérgio A J Barretto (@SergioAJBarrett) February 5, 2023
Garimpeiros começam a deixar a Terra Yanomami antes da operação policial. São algozes e vítimas ao mesmo tempo. Vítimas do crime organizado que usa a mão de obra deles análoga à escravidão. Como algozes, deixam para trás uma terra arrasada. As águas barrentas denunciam o estrago pic.twitter.com/BIR2zDXORT

— JESSÉ SOUZA🚩👣 (@JesseSouza) February 4, 2023


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *