conecte-se conosco

Sem categoria

Homem é suspeito de matar ex e atirar na própria perna para fingir assalto

Published

on

Um homem foi preso por suspeita de matar a ex-companheira e balear a própria perna para fingir uma tentativa de assalto no Rio de Janeiro. Reycharleson Nicolau da Silva foi preso pela Polícia Civil por suspeita de feminicídio no sábado (28). Segundo relato de testemunhas, a vítima teria terminado o relacionamento com o suspeito na quarta-feira (25).

A polícia foi chamada pelo Hospital Infantil Ismélia da Silveira, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após a vítima, Yasmin Souza da Silva, e o suspeito darem entrada no hospital. Reycharleson estava com um tiro na perna, mas teve alta.

Na delegacia, o suspeito disse que na sexta-feira (27) foi buscar Yasmin em um curso quando o casal teria sido abordado por dois homens armados, que tentaram roubar o carro deles, mas dispararam contra os dois após não conseguirem roubar o automóvel.

Uma perícia, porém, contatou que o tiro que atingiu Reycharleson foi disparado por ele mesmo. Dentro do carro, a polícia encontrou e apreendeu três estojos de calibre 9mm, o mesmo usado no crime.

Segundo testemunhas, o suspeito teria ido, no dia anterior ao crime, armado com uma pistola 9mm até a casa da vítima e a teria puxado para dentro do veículo.

A Polícia Civil informou que o homem já tinha respondido por violência doméstica — não foi informado se esse processo seria envolvendo Yasmin.

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro) disse que Reycharleson passou por audiência de custódia e teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva (por tempo indeterminado). Com informações de UOL.

Confira as últimas notícias e atualizações do Rio Grande do Norte no Blog Alex de Olho nas Notícias. Com sede em Carnaubais, Alex traz para você o melhor das notícias locais desde 2018. Nosso compromisso é com o jornalismo verdadeiro, ético e responsável. Além disso, nosso portal é interativo, dando voz aos leitores.”

Continue lendo
Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

Receita institui declaração para empresas listarem benefícios fiscais

Published

on

A partir de 20 de julho, as médias e grandes empresas terão de entregar, a cada dois meses, uma declaração que liste todos os benefícios fiscais de que gerem créditos tributários – devoluções de tributos pagos ao longo da cadeia produtiva. A Receita Federal publicou nesta terça-feira (18) uma instrução normativa que cria a Declaração de Incentivos, Renúncias, Benefícios e Imunidades de Natureza Tributária (Dirb).

Com o objetivo de facilitar a fiscalização da Receita Federal, a listagem dos benefícios fiscais está prevista na Medida Provisória (MP) 1.227, que limitaria a compensação do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Embora o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, tenha devolvido a maior parte da MP, o trecho que obriga a justificativa dos incentivos fiscais foi mantido.

A primeira Dirb abrangerá todos os incentivos aproveitados pelas empresas entre janeiro e maio deste ano, devendo ser entregue até 20 de julho. A partir daí, a declaração deverá ser enviada a cada dois meses, até o 20º dia do segundo mês seguinte ao período de apuração. Dessa forma, em 20 de setembro, as empresas deverão entregar a declaração referente a junho e julho.

A obrigação, esclareceu a Receita Federal, não abrange as micro e pequenas empresas, inscritas no Simples Nacional, nem os microempreendedores individuais (MEI). Todos os valores informados na declaração serão auditados pelo Fisco.

Os formulários de preenchimento da Dirb estão disponíveis no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), disponível no site da Receita Federal. As empresas deverão preencher as seguintes informações:

  • incentivos, renúncias, benefícios e imunidades de natureza tributária;
  • valores de créditos tributários associados a esses benefícios que deixaram de ser recolhidos.

Os benefícios referentes ao Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) deverão ser enviados na declaração referente ao mês de encerramento do trimestre, no caso de empresas que apuram trimestralmente, ou na declaração referente ao mês de dezembro, no caso de empresas que apuram anualmente.

Quem deixar de declarar ou apresentar a declaração em atraso estará sujeito a penalidades. As médias e grandes empresas terão de pagar uma parcela da receita bruta, calculada por mês ou fração, até o limite de 30% do valor dos benefícios usufruídos.

Para as empresas com receita bruta de até R$ 1 milhão, a multa será de 0,5%. Para as empresas que faturam de R$ 1.000.000,01 a R$ 10 milhões, o percentual sobe para 1%. As companhias que faturam acima de R$ 10 milhões terão de pagar 1,5% da receita bruta.

Agência Brasil

Continue lendo

Sem categoria

Vídeo: Após desafio insano, homem em situação de rua é encontrado morto em Pau dos Ferros.

Published

on

Uma morte com requinte de crueldade foi registrada na manhã desta terça-feira (18), na cidade de Pau dos Ferros, RN.

Segundo informações, um homem identificado como Vitor foi encontrado morto no bairro São Benedito.

A vítima natural de Encanto, RN, vivia em situação de rua e teria tomando 5 garrafinhas de cachaça em troca de R$ 5 reais antes da morte.

O caso causa revolta nas redes sociais.

Continue lendo

Sem categoria

Programa universo do axé em Salvador BA

Published

on

Ver original

Continue lendo

home